GUIA CONCRETO PMSP

1/19

GUIA PMSP (PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO)

Desde o início da civilização, quando o ser humano começou a se estabelecer em um local fixo e deixou de ser nômade, o homem se viu na necessidade de pavimentar o local ao seu redor. Muitos tipos de pavimentação surgiram durante a evolução da sociedade, mas o primordial foi o uso de rochas.

É comum em cidades muito antigas ver pavimentação de ruas antigas com rochas sem a utilização de guias, pois na época as ruas eram utilizadas apenas por pedestres e mais adiante utilizadas por cavalos e carruagens. Como o fluxo era muito pequeno ainda não havia a necessidade da utilização das guias para separar a passagem de veículos e pedestres.? É comum em cidades da época imperial no Brasil encontrar centros históricos sem calçadas, onde os carros dividem o mesmo espaço que os pedestes, como é o caso da cidade de Paraty no Rio de Janeiro.

Com o advento do veículo automotor e com o aumento da quantidade de carros, as cidades se viram na necessidade de separar o trânsito de carros e de pedestres, criando assim as calçadas e passeios.

Para separar a rua das calçadas, muitos tipos de guias já foram utilizados como madeira, rocha bruta, rocha cortada, como é o caso do granito, pré moldados de concreto e guias extrusadas de concreto.

É muito comum até hoje vermos guias de granito cortado em muitas cidades do Brasil, mas com a chegada do asfalto, necessidade de velocidade e padronização das ruas, começou a serem usadas as Guias PMSP (Prefeitura Municipal de São Paulo). Este modelo de guia pmsp foi adotado para que os fabricantes tivessem um norte e pudessem atender a demanda que crescia cada vez mais com o aumento da cidade.

PARA SABER MAIS SOBRE GUIA PMSP

Ligue para 19 3301-1429 ou clique aqui e entre em contato por email.